Farroupilha

O mapa do vinho brasileiro vem se tornando cada vez mais relevante e respeitável. E a certificação de vinhos produzidos em Farroupilha é uma das provas dessa tendência.

Os vinhos de Farroupilha alcançaram o status de Indicação de Procedência. Esse status é o reconhecimento público de que o produto da região possui uma qualidade diferenciada, além de ser uma valorização da tradição produtiva local.

A concessão foi oficializada, pelo INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), no dia 14 de julho de 2015. E os primeiros rótulos certificados, com o selo da Indicação de Procedência Farroupilha, já começaram a ser comercializados na safra de 2016.

Para quem não conhece, Farroupilha é uma cidade do Rio Grande do Sul, onde vivem cerca de 70.000 pessoas. Foi aqui que as primeiras famílias de imigrantes italianos que vieram ao Brasil se instalaram, em maio de 1875.

Farroupilha, localizada na Serra Gaúcha, é a cidade que mais cultiva uvas da família Moscatel, em todo o Brasil. A variedade mais cultivada é a Moscato Branco, mas outras variedades também estão autorizadas, segundo as regras da Indicação de Procedência, como Moscato Bianco, Malvasia de Cândia, Moscato Giallo, Moscatel de Alexandria, Malvasia Bianca, Moscato Rosado e Moscato de Hamburgo.

Um dos diferenciais dos vinhos da Indicação de Procedência (IP) Farroupilha está justamente na variedade Moscato Branco. Essa uva é cultivada comercialmente apenas no Brasil, mais especificamente na região de Farroupilha. E, quem atesta a singularidade e a originalidade dela é simplesmente um dos ampelógrafos mais conhecidos do mundo: o francês Jean-Michel Boursiquot, responsável pelo redescobrimento da Carmenère no Chile.

Os vinhos produzidos sob a IP Farroupilha são moscatéis que podem ser tranquilos, frisantes, espumantes, e também licorosos. Além disso, podem ser também mistela (fortificado) e brandy de vinho moscatel, ou seja, destilado de uvas produzido a partir da Moscatel.

Uma outra particularidade das regras dos vinhos da IP Farroupilha é que, apesar da região demarcada abranger um total de 379,2 km2, o regulamento prevê que 85% das uvas utilizadas, no vinho, sejam necessariamente de uma área bem mais restrita, de apenas 129 km2, denominada Região Delimitada de Produção de Uvas Moscatéis (RDPM), tradicionalmente utilizada para o cultivo de uvas da família Moscato.

Está na hora de conhecer melhor os vinhos de Farroupilha. Afinal de contas, essa certificação é uma conquista que deve, sim, ser celebrada. Com um moscatel espumante de Farroupilha! E, quem sabe, admirando o Salto Ventoso, cascata de 52 metros de altura, um dos pontos turísticos da cidade, e um dos muitos cenários deslumbrantes da região.

Se você quiser ler mais sobre vinhos nacionais, pode começar pela Campanha Gaúcha, região ainda não oficialmente reconhecida pelo sistema de Indicação Geográfica, clicando aqui. Ou então, você pode ler sobre Pinto Bandeira, uma região que, assim como Farroupilha, também tem o status de Indicação de Procedência, clicando aqui. Por fim, se quiser ler sobre o Vale dos Vinhedos, região vinícola pioneira a conquistar o status de Denominação de Origem, no Brasil, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.