Lavaux

Às margens do lago de Genebra, na Suíça, são cultivadas as vinhas dessa denominação de origem. Sejamos sinceros: isso sim é que é origem...

Aliás, você já reparou como boa parte dos melhores vinhos do mundo são cultivados à beira de rios e lagos, como esse, o de Genebra? Para ler mais sobre isso, clique aqui.

Voltando a Lavaux... As encostas aqui são incrivelmente íngremes, com até praticamente 45° de inclinação, fazendo com que os vinhedos sejam necessariamente distribuídos em terraços.

A história da vitivinicultura local, em Lavaux, parece ter se iniciado com os romanos. Mas o plantio em terraços, que parece desafiar a gravidade, remonta ao século 11, quando a vitivinicultura estava sob a responsabilidade de monges beneditinos e cistercienses. Exuberantes, desde 2007 os terraços de Lavaux são considerados um Patrimônio Mundial, pela UNESCO.

Nos aproximadamente 800 hectares de vinhedos de Lavaux, a Chasselas é a variedade dominante, entre todas as uvas cultivadas. Depois dela, vêm Pinot Noir e Gamay. Por fim, com quantidades muito pequenas de produção, também encontramos Pinot Gris, Pinot Blanc e Sauvignon Blanc, entre outras.

Se quiser ler mais sobre a Chasselas, uva que encontrou seu verdadeiro lar na Suíça, clique aqui.

Os vinhos rotulados como Lavaux AOC (Appellation d’Origine Contrôlée) podem também fazer menção a diferentes sub-regiões:

 Lutry, com notas florais de rosas e frutadas de toranja, que deixam um leve e agradável amargor.

 Villette, caracterizados pelo buquê elegante, aromas frutados, e corpo robusto.

 Epesses, com aromas frutados e picantes que lembram abacaxi, pimenta e trufas negras.

 St. Saphorin, que conseguem ser potentes mesmo mantendo a elegância de aromas frutados sutis.

 Chardonne, com aromas frutados e minerais, esses vinhos se destacam pelo caráter distinto.

 Vevey, com notas de limão e erva cidreira, esses vinhos têm um nítido frescor natural.

Além disso, a região de Lavaux também abrange outras duas denominações, Grand Cru appellation Calamin e Grand Cru appellation Dézaley, que merecem ser abordadas separadamente.

Os vinhos da denominação de Lavaux, que podem ser florais e delicados, mas também frutados, picantes, robustos e bem estruturados, são a companhia perfeita para a culinária local, é claro.

Já imaginou um vinho desses, acompanhando um peixe do lago de Genebra?




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.