Uma uva. Três cores.

Fulana Noir. Fulana Blanc. Fulana Gris. Quais as semelhanças, e quais as diferenças entre elas, você sabe?

(Antes de começar não custa relembrar. Em francês, Noir significa preto, Blanc significa branco, e Gris significa cinza)

Do ponto de vista genético, a cor das uvas é considerada irrelevante. Para um geneticista, ou  mesmo para um botânico, uma videira de Pinot Noir e uma videira de Pinot Blanc são da mesma variedade, pois são praticamente idênticas geneticamente, sendo difícil diferenciá-las pela maioria das tecnologias disponíveis de análise de DNA. E, para esses profissionais, a cor da pele da uva não está relacionada à identidade da planta que a produz.

Para um enólogo, em compensação, uma Pinot Noir, uma Pinot Gris e uma Pinot Blanc são absolutamente distintas, visto que os vinhos produzidos a partir de seus bagos são totalmente diferentes, como a gente bem sabe.

 Mas de onde vêm a diferença da cor dos bagos?

Algumas variedades são geneticamente mais instáveis que outras. Daí, que é comum encontrarmos mutações naturais da cor do bago de uma mesma planta. É o caso da Pinot Noir, que citamos acima.

O mais interessante é que, nesses casos, uma vinha com qualquer uma das cores de bago (Noir, Blanc ou Gris) pode ocasionalmente sofrer mutação, sendo capaz de se transformar em uma vinha com bago de qualquer uma das outras cores. Uma videira Gris pode mutar para Noir ou Blanc, uma Blanc para Noir ou Gris, uma Noir para Blanc ou Gris!

 Como a planta faz? Como acontece esse “truque”?

Pois bem. Em uma determinada videira que produz bagos da cor Noir, por exemplo, nasce um cacho com bagos da cor Gris. O produtor, de olho nessa variação, pode cortar o pedaço da planta que gerou esse cacho diferente, e replantá-lo em outro lugar. A tendência é que essa nova planta dê frutos da cor Gris.

Por isso cada uma delas (Noir, Blanc ou Gris) não é considerada uma variedade, em si. São mutações genéticas da mesma variedade.

 Tem outros exemplos?

A Pinot não é o único exemplo, mas provavelmente é o melhor deles. Isso porque todas as suas variações de cor acabaram por se tornar importantes e relevantes no cenário mundial do vinho: Pinot Noir, Pinot Blanc e Pinot Gris. Na Itália, Pinot Nero, Pinot Bianco e Pinot Grigio.

Mas uma outra variedade cujas videiras também são geneticamente instáveis é a Sauvignon, que fica conhecida como Sauvignon Blanc e Sauvignon Gris.

Outro exemplo é a Grenache, com a Grenache Noir, conhecida apenas como Grenache, Grenache Blanc e Grenache Gris. Na Espanha, onde a variedade leva o nome de Garnacha, a variação Gris é conhecida por Garnacha Roja ou Garnacha Dorada.

Para encerrar, já que o assunto é cor de uva, uma outra questão: a relação entre a cor da uva e a cor do vinho! Para entender, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.