A arte da poda

A arte da poda consiste em encontrar a relação ideal entre o vigor da planta e a produção de uvas, para uma excelente colheita, e, consequentemente, um excelente vinho.

 Poda é tudo igual?

Não. Além da poda de frutificação, ou de produção, que regula o vigor da planta e a produção de uvas da safra, existem outros tipos de poda.  Existe a poda de implantação, que é feita na muda, antes do plantio. Existe a poda de formação, que é a que vai determinar o formato da videira, segundo o método de sustentação escolhido. E existe, ainda, a poda de renovação, que elimina partes danificadas da planta. 

 E precisa podar?

Se as videiras não forem podadas, aumenta o risco de doenças por fungos, aumenta a dificuldade de amadurecimento dos bagos, e diminui a qualidade das uvas. Além disso, excessos de produção podem levar a períodos de baixa frutificação. Por outro lado, cortes excessivos feitos na planta aumentam o número de pontos de entrada para doenças.

 Qual sistema usar?

Cepas mais produtivas pedem poda curta, para evitar a produção excessiva, já a poda longa, por ser menos servera, é indicada para variedades menos produtivas. Mas cada variedade também sofre alterações de comportamento segundo as características climáticas locais. Por exemplo, onde há risco de geada tardia, deve-se dar preferência à poda longa.

 Para proteger ou expor?

Se a vinha está numa região fria e úmida, a poda deve facilitar a incidência dos raios solares nos cachos de uva, bem como a circulação de ar, enquanto em outras regiões a poda deve ser realizada de forma que os cachos fiquem protegidos por sombra. Pode não parecer, mas é tudo pensado com antecedência, sim.

 Já é hora de podar?

A poda é feita durante o período do ano em que a videira repousa, depois que as folhas caíram, e um pouco antes do início da brotação. Videiras fracas devem ser podadas antes que as videiras mais vigorosas. Vinhas plantadas onde há risco de geadas tardias devem ser as últimas a serem podadas. Dizem que o produtor experiente poda o mais tarde possível, mas podar muito cedo ou esperar em demasia debilita a videira e retarda o processo de brotação.

 E depois?

Mesmo depois da floração da videira, se ficar evidente que a colheita ainda assim será mais abundante que o desejado, o produtor pode eliminar florescências e cachos.

Dá para ver que o cultivo das vinhas é uma ciência. E também uma arte. Coisa de gente com profissionalismo e talento. Para conhecer outras atividades profissionais em torno do mundo do vinho, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.