Malborough

Difícil pronunciar? Não, não é. Mau-bou-rou.

Difícil localizar? Não, não é. Estamos falando em uma região vinícola da Nova Zelândia, na Oceania.

Foi graças a Marlborough, e ao Sauvignon Blanc produzido na região, que o mundo prestou atenção aos vinhos neozelandeses, reconhecendo sua altíssima qualidade.

As primeiras vinhas da região foram plantadas, por colonos, em 1873, muito tempo antes do efetivo reconhecimento de Marlborough, pelo seu potencial extraordinário de produzir grandes vinhos, o que só aconteceu no final do século 20.

Marlborough, atualmente, é responsável por 77% da produção de uvas viníferas de todo o país.

A imensa maioria dos vinhos produzidos em Marlborough são à base de Sauvignon Blanc, cerca de 77% do total. A seguir vem Pinot Noir, que representa 10%, e depois Chardonnay e Pinot Gris, cada uma representando 4% do total de vinhos da região.

Uma das chaves para o sucesso dos vinhos de Marlborough são os solos pedregosos glaciais. Mas é a combinação auspiciosa de um clima frio, mas com alta incidência solar e baixa precipitação, que produz vinhos excepcionalmente vivos. Na realidade, o que faz mesmo a grande diferença é a sinergia única, entre solos e clima, que encontramos em Marlborough.

Marlborough é dividida em 3 sub-regiões:

 Vale Wairau, que concentra quase a metade da produção local, e onde o amadurecimento das uvas acontece mais cedo. O Vale recebe, do povo Maori (nativo da Nova Zelândia), o apelido de “lugar com um buraco na nuvem”, devido à quantidade de Sol e ao tempo seco.

 Vales do Sul, região onde Pinot Noir, e até mesmo Pinot Gris, encontram as condições perfeitas para se sobressaírem.

 Vale do Awatere, o mais frio e mais seco dos vales, onde o Sauvignon Blanc fica ainda mais mineral, mais herbáceo, e mais fresco.

As vinícolas do país, e da região de Marlborough, são essencialmente de pequeno porte, com produções em escalas muito pequenas. Assim, degustar esses vinhos traz um charme adicional, já que estamos falando, majoritariamente, de vinhos de butique.

Que tal incluir mais esse destino, na sua viagem pelo mundo dos vinhos?

E, para ler mais sobre a produção neozelandesa de vinhos, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.