Enquanto uns passam frio...

Sim. Enquanto é inverno em um hemisfério, é verão no outro. Até aí, nenhuma novidade. A novidade é que os verões europeus parece que andam cada vez mais “verões”!

Quem se lembra, nos noticiários, da incrível onda de calor que a Europa viveu, em 2003? O calor recorde, na ocasião, matou 19 mil pessoas, no continente. Foi o verão mais quente que a França, por exemplo, viu em toda a sua história!

Em 2015, a coisa também anda “quente”, pelo menos no início do verão.

Vamos pegar o exemplo da Borgonha. Uma região mais fria, capaz de produzir vinhos elegantes e finos a partir da Chardonnay e da Pinot Noir. Pois bem. Os termômetros lá andaram registrando nada menos, nada mais, que 39°C!

Se isso acontece na Borgonha, que é fria, o que esperar, por exemplo, do Alentejo, que é um local tipicamente mais quente?

E qual o impacto disso, nos vinhedos? E nos vinhos?

Em primeiro lugar, há o risco das folhas se queimarem. E o papel delas é importantíssimo na vinha, durante o verão: são elas que protegem os cachos de uva, do excesso de calor.

O calor, na intensidade ideal, é responsável por um maior amadurecimento das uvas, maior concentração de açúcares, e maior, portanto, potencial de álcool de um vinho.

Mas o excesso de açúcar nas uvas pode, por sua vez, prejudicar muito o processo, com a quebra de acidez que acaba tendo que ser compensada com a adição de ácido tartárico durante a vinificação.

Vinhos produzidos em anos muito atípicos costumam dividir opiniões. A safra de 2003, por exemplo, pode até ser bem vista por muitos, mas um fato é que produziu vinhos de menor longevidade.

Há solução para isso? Sim, há medidas capazes de amenizar o impacto de um verão escaldante sobre as vinhas. Uma delas é a irrigação, procedimento aprovado na França, por exemplo, somente de uns anos para cá.

De resto, é esperar para ver. E torcer para que o verão na Europa propicie bons vinhos, que esquentarão, de certo, nosso próximo inverno, por aqui...

E aí? Está com frio, ou com calor?

E, se quiser ler mais sobre o impacto do aquecimento global no mundo do vinho, clique aqui.




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.