Carmenère

Essa variedade é conhecida como “a uva perdida de Bordeaux”. Aliás, Carmenère era parte do corte dos vinhos de Bordeaux, muito antes da Cabernet Sauvignon, que apareceu somente no século 18, e da Merlot, surgida no século 19.

Após a praga da Filoxera, quando todas as vinhas europeias precisaram ser replantadas, essa uva foi dada como extinta (se quiser ler mais sobre Filoxera, clique aqui). Mas, felizmente, a Carmenère foi redescoberta no Chile, em 1994, para onde havia sido levada em meados de 1800, junto com outras variedades francesas. 

Nesse tempo em que ficou obscura no Chile, foi confundida com a Merlot, tendo sido chamada de “Merlot Chilena”. Muito do que foi engarrafado, no Chile, como um estilo particularmente picante de Merlot, antes de 1994, possivelmente continha um pouco de Carmenère.

Hoje, Carmenère é uma das assinaturas do vinho chileno. De fato, o clima desse país é muito mais adequado para essa uva, do que o clima de Bordeuax, já que ela exige uma temporada bastante longa para amadurecer. Apesar de o melhor Carmenère, atualmente, estar no Chile, outros produtores de destaque são a própria região de Bordeaux, os estados americanos da Califórnia e de Washington, e as regiões italianas do Vêneto e Friuli-Venezia Giulia.

Os vinhos produzidos à base de Carmenère têm cor escura e profunda. Os aromas remetem a frutas vermelhas maduras e ameixas, a pimentas e especiarias, ervas e alcaçuz, pimentões e azeitonas. Quando passam por carvalho, também trazem toques de chocolate.

Para melhor apreciar um Carmenère, escolha um grelhado picante, ou um defumado. Esse vinho é sempre uma boa opção, também, com refeições fortes em alho, cebola ou pimenta. E é uma boa dica para acompanhar tomates frescos e tomates secos.

Uma excelente notícia para finalizar: no Brasil encontramos excelentes Carmenères, a preços muito atrativos!

E, se quiser conhecer mais sobre vinhos chilenos, clique aqui.

 




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.