Sylvaner

Essa é uma variedade de uva branca cultivada principalmente na Alsácia e na Alemanha, onde é grafada como Silvaner. A pronúncia? Algo como Sil-van-na.

A origem dessa uva está na Europa Central, provavelmente na Áustria, embora atualmente seja pouco plantada por lá. Também há quem acredite que sua origem está na Romênia, e que seu nome, Silvaner, tenha sido adaptado a partir de Transilvânia.

Silvaner já foi a variedade mais importante em toda a Alemanha, mas hoje está restrita a somente 5% dos vinhedos do país. Durante os anos 60 e 70, estima-se que essa variedade tenha ocupado cerca de 30% dos vinhedos alemães, e 25% dos da Alsácia.

Por que ela perdeu tanto espaço assim? Por ser muito utilizada nos alemães Liebfraumilch, acabou superproduzida, e tendo sua reputação comprometida, junto com esses vinhos doces, que tiveram seu ápice e saíram de moda.

Mas e por que ela ainda resiste? Porque em regiões alemãs como a Franconia, por exemplo, ao norte da Bavaria, onde os Liebfraumilch não podiam ser produzidos, essa uva tomou um rumo diferente, em vinhos secos e elegantes. Na francesa Alsácia, para se ter uma ideia, é possível encontrar Sylvaner em reconhecidos e premiados Grand Crus, desde que essa cepa foi permitida pela denominação, em 2006.

Além da França, Alemanha e Áustria, é possível encontrar alguns vinhedos desta uva também na Suiça, na Romênia, na Eslováquia, na Croácia, e até na Califórnia e na Austrália.

Vários são os nomes pelos quais essa cepa é conhecida: Gros-Rhin, Grüner Silvaner, Johannisberger, Moravka, Sylvaner Verde, Salfin, Zinifal...

Suas vinhas podem ser de alta produtividade, mas rendem resultados muito mais interessantes quando contidas e “economizadas”. Gostam de exposição ao Sol e de solo úmido.

E como são seus vinhos? Os vinhos que a Silvaner produz são ricos em acidez, e não são particularmente marcados pelo sabor, sendo considerados bastante neutros. Com a poda adequada, apresentam aromas e sabores de casca de frutas cítricas, amêndoas, maçãs verdes e abacaxis.

Não são vinhos marcados pela longevidade, sendo melhores se apreciados enquanto jovens. Como sempre há exceções, os Silvaner produzidos em Franken e Rheinhessen são exemplos que podem envelhecer muito bem, além de serem extremamente picantes, e muito elegantes.

Essa uva é muitas vezes misturada com Riesling, Elbling, Gewurztraminer e outras uvas que tendem a inclinar-se para o lado mais doce. Mesmo sendo bem encontrado em varietais, esse é considerado um vinho muito útil para cortes, e a uva Morio Muskat é um das suas boas parceiras, por ser excessivamente aromática, e se beneficiar muito das características da Silvaner.

Para experimentar, segue uma última dica: os Sylvaners da Alsácia costumam ser ainda mais secos que os Silvaner produzidos na Alemanha. Escolha, então, conforme o seu paladar!




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.