O primo Pisco

Assim como o Cognac, o Armagnac e a Grappa, o Pisco é um destilado produzido a partir da uva. Um primo, portanto, do vinho.

Falando em família, a história dessa aguardente parece mesmo, uma saga familiar.

Peruanos e chilenos reivindicam, há séculos, o status de berço do Pisco. Essa é uma discussão acalorada, e que provavelmente nunca será resolvida. Tanto no Peru como no Chile produz-se Pisco, e com ele se faz um drink famoso, o Pisco Sour.

 Onde o Pisco nasceu?

O certo é que o Pisco nasceu em uma região que, na época, não era nem Peru, nem Chile, era parte da colônia espanhola, da qual os dois países faziam parte. Mas a questão territorial não é tão simples assim, porque no mapa moderno da América do Sul, essa região é, de fato, peruana.

 Pisco é um tipo de bebida ou uma denominação de origem?

No Peru, considera-se o Pisco como uma denominação de origem, como Champagne. O único destilado de uva que poderia, portanto, ser chamado de Pisco, seria o peruano, argumentam é claro, os peruanos.

O Chile, por sua vez, defende que Pisco é o nome do tipo da bebida, como vinho. E um dos principais argumentos chilenos é que a quantidade de Pisco produzida no Chile é, inclusive, quase três vezes maior do que a quantidade produzida no Peru.

 E do que o Pisco é feito, afinal?

As uvas utilizadas para a produção do Pisco, chamadas de “uvas pisqueras”, variam também, conforme o país produtor.

No Peru, as cepas usadas são principalmente Mollar, Negra Corriente e Quebranta nos Piscos puros, e uva Itália e Moscatel nos Piscos aromáticos. Já no Chile, as principais uvas do Pisco são Moscatel, Torontel e Pedro Jiménez.

Além disso, vale lembrar que os métodos de produção também são diferentes, o peruano do chileno. Ou seja, são bebidas parecidas, mas diferentes entre si.

 E existe um “Dia do Pisco”?

Não, na realidade existem dois... No Peru, é o 4º domingo do mês de julho. No Chile, é o dia 15 de maio...

Por fim, uma curiosidade: Pisco significa pássaro, em um antigo idioma que ainda hoje se fala, em grande parte do Peru. E era o nome usado pelos Incas para se referir também aos povos nativos dessa terra.

Agora, se quiser ler sobre outros destilados de uva, clique aqui para Cognac ou clique aqui para o Armagnac. Ou, ainda, clique aqui para ler sobre a italiana Grappa.

E saúde! Com Pisco peruano, e também com chileno!




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.