Como um vinho pode ser mineral?!

Já se perguntou como o vinho, se é feito de uva, pode ter um caráter mineral? Que aromas e sabores são esses? De onde eles vêm? Por que estão na moda?

Na verdade, mineralidade não é considerado um aroma, nem um sabor, mas é uma sensação que pode ser percebida em determinados vinhos. Mineralidade é como uma energia que sentimos na garganta, similar à acidez e ao frescor.

É claramente mais fácil reconhecer caráter frutado, picante ou herbáceo, num vinho, do que reconhecer caráter mineral. Como reconhecer mineralidade em um vinho? Pois bem. Tente identificar, na sua bebida, notas ou sinais de ferro, barro, giz, ardósia, granito, calcário. Mais do que isso, tente imaginar a sensação de lamber uma pilha alcalina.

Esse é, sem dúvida, um desafio. E por isso, também, um motivo de confusão entre amantes do vinho. Mas, também provavelmente por isso, o assunto está na moda.

E de onde vem essa característica mineral em determinados vinhos? Do solo onde as uvas são cultivadas. Solos de calcário, xisto e granito são claramente distintos e especiais para a viticultura, e deles podem sair uvas para a produção de vinhos com caráter nitidamente mineral.

Mas isso não depende somente da natureza, ao contrário do óbvio. Determinadas práticas de agricultura podem, também influenciar a qualidade e as características do solo.

Além disso, vinhos muito industriais, cultivados e produzidos em escalas enormes, certamente estão menos propensos a oferecer mineralidade entre as suas qualidades.

Há quem afirme que tudo isso é pura especulação. Que é um preciosismo ou mesmo frescura. Por outro lado, há quem defenda definições de mineralidade no vinho, com unhas e dentes. Ainda não há consenso. Nem precisa haver. Ainda bem.

Para encerrar, se quiser ler sobre Chablis, o Chardonnay da Borgonha reconhecido como um vinho notoriamente mineral, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.