Chambourcin

Essa é uma uva híbrida, desenvolvida por um bioquímico francês chamado Joannes Seyve (1900-1966), no Vale do Loire, na década de 1950, e lançada comercialmente em 1963.

Para quem não se lembra, uma uva híbrida é resultante do cruzamento de duas espécies diferentes de videira. Ou seja, não é uma “pura” Vitis vinifera. Mas a Chambourcin está entre as híbridas que, segundo algumas opiniões, não parecem ser híbridas...

Na França, a Chambourcin ainda é cultivada nas redondezas da cidade de Nantes, com cerca de 3.500 hectares, produzindo vinhos rosés e tintos que se enquadram como Vin de Table, nível abaixo do Vin de Pays, e é óbvio, abaixo dos Appellation d’Origine Contrôlée (AOC).

Mas foi fora da Europa, principalmente nas áreas mais frias da América do Norte, tantos nos Estados Unidos como no Canadá, e até mesmo em um pedaço da Austrália, Nova Zelândia e Vietnã, que a Chambourcin ganhou o devido respeito, sendo reconhecida como uma uva capaz de produzir um grande vinho.

No vinhedo, trata-se de uma variedade muito resistente ao frio e também a doenças. De alto rendimento, é bastante vigorosa, e de lento amadurecimento.

A uva, por sua vez, apresenta bagos de tamanho médio, de cor bem escura e pele bastante grossa, que se juntam em grandes cachos.

Pode ser encontrada em vinhos varietais, e também em cortes, trazendo mais leveza para uvas como Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc, mais cor para a Shiraz, ou reforçando as estruturas de taninos e aumentando a complexidade de outras uvas híbridas.

O vinho tinto produzido a partir da Chambourcin é de cor escura e profunda, concentrado e estruturado, com elevado nível de taninos e de acidez. Picante e frutado, é um vinho de aromas herbáceos expressivos, que remetem a pimentão verde. Outros aromas mais frequentemente associados à Chambourcin são os de frutas vermelhas e pretas, como framboesas e ameixas, além de azeitonas pretas, anis, cravos, pimenta, canela, eucalipto, tabaco, couro e chocolate.

Longevo quando são utilizadas as “melhores práticas” de vinificação, esse vinho pode se desenvolver por mais de 20 anos na garrafa, e costuma manter sua cor original por cerca de 10 anos, até mostrar seus primeiros sinais visuais de envelhecimento.

Nossa sugestão de harmonização para um vinho elaborado com Chambourcin? Carne vermelha grelhada, cogumelos salteados, sopa de lentilhas, ou então, um delicioso chocolate amargo! Aliás, se quiser mais dicas de como harmonizar vinhos e chocolates, clique aqui.

Uma proposta para quem eventualmente tenha receio, por tratar-se de uma uva híbrida. Se você aprecia um bom Cabernet Franc, talvez também goste de um Chambourcin de boa qualidade! Por que não tentar? Você pode realmente sair dessa experiência muito bem impressionado! 




Você está em

Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.