Canadá

O país já havia chamado a atenção do mundo com os seus vinhos de gelo. Mas os vinhos canadenses vêm se destacando também pela impressionante diversidade de estilos produzidos nos últimos anos.

Desde que estabeleceu o seu sistema de denominação de origem, o Vintners Quality Alliance (VQA), os esforços do país, no sentido de estabelecer-se como um produtor de vinhos reconhecido no mundo, têm colhido frutos consideráveis. Espécies de Vitis vinifera foram implantadas com sucesso, em crescente substituição às uvas híbridas, apesar da complicada adaptação ao clima do norte.

O país tem produzido excelentes vinhos brancos secos com as variedades Chardonnay e Riesling, além de promissores Gewürztraminer e Pinot Gris. Entre os tintos, os mais bem sucedidos têm sido Pinot Noir, Cabernet Franc e Merlot, com a Cabernet Sauvignon já mostrando, também, alguns bons sinais.

Sem sombra de dúvida, a grande especialidade do Canadá ainda é o icewine. Afinal, se você tem invernos abaixo de zero como um fato consumado, você precisa tirar proveito disso! A geada congela as uvas, possibilitando a produção de um vinho diferente e especial, aromático e saboroso, doce e ácido.

A Riesling é a cepa que mais se destaca nos vinhos de gelo canadenses, apesar de alguns deles ainda serem produzidos com uma variedade de uva híbrida, chamada Vidal, que oferece concentrados exemplares. Mas a novidade do momento certamente são os icewines tintos, com aromas exuberantes de frutas vermelhas, produzidos a partir da Cabernet Franc, e também da Cabernet Sauvignon e até mesmo da Shiraz. Não perca a oportunidade de experimentá-los com uma sobremesa à base de chocolate, que é uma combinação perfeita!

Em relação à distribuição geográfica das regiões produtoras, a maioria dos vinhedos canadenses fica no lado Atlântico do Canadá. Mas as duas principais províncias produtoras do Canadá estão literalmente uma de cada lado do país:


 Colúmbia Britânica (Okanagan)

British Columbia, voltada para o Oceano Pacífico, também tem contribuído muito para o desenvolvimento dos vinhos canadenses de qualidade. O Vale Okanagan é onde estão os melhores vinhedos da região, que, além de icewines incríveis, produzem excelentes secos de Riesling e Chardonnay, e bons Pinot Blanc e Gewürztraminer.

 Ontario (Península do Niágara)

No lado Atlântico, fazendo fronteira com o estado de Nova York, Ontario conta com 4 denominações de origem oficiais, sendo a maior e mais importante a Península do Niágara, com destaque para os Riesling secos e crocantes, além dos famosos icewines. Mas a Chardonnay e a Pinot Noir podem ser boas surpresas, para quem se aventurar.

Além dessas principais regiões produtoras de vinho do país, em Quebec e na Nova Escócia, outras duas províncias com relevância vinícola, existe um número crescente de pequenos produtores. Embora a maior parte deles ainda esteja dedicada à produção de vinhos de castas híbridas, existem incipientes plantações de Chardonnay.

O potencial de desenvolvimento é grande, assim como tem sido o empenho dos canadenses. Provavelmente ainda ouviremos falar muito dos vinhos do Canadá. Que bom!

E, se você quiser saber mais sobre icewine, o vinho de gelo produzido principalmente na Alemanha e na Áustria, além do Canadá, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.