Soave

Se você já começou a leitura pensando em suavidade, não pare por aqui, porque está enganado... O nome Soave não tem nenhuma relação com a palavra suave.

A explicação mais aceita para o nome dessa região italiana, e do vinho nela produzido, é que essa é uma referência aos suevos, povo de origem germânica que, durante as invasões bárbaras, migrou do lugar que hoje é a Alemanha, a partir do século 1 a.C., passando pela Itália, e chegando à Península Ibérica no século 5 d.C. Os suevos, ao serem derrotados pelos visigodos em 585 d.C., viram seu reino anexado pelos vitoriosos.

Há evidências de viticultura, em Soave, que remetem à Antiguidade. São muitos os documentos que mencionam o vinho dessa região, de onde conclui-se que ele é apreciado há muitos séculos. Sem falar nos castelos, igrejas, campanários e luxuosas vilas, que destacam-se entre os vinhedos, demonstrando as tradições desta área, estreitamente ligada ao vinho.

E que região é essa, afinal? A zona de produção de Soave está situada no Vêneto, na província de Verona, e inclui terras pertencentes à comuna de Soave, e a outras 12 comunas em suas redondezas.

Como é o clima? Ameno e temperado, com invernos não muito rigorosos, nem verões muito quentes.

E o vinho? Vamos por partes, primeiro falando das uvas. Garganega é a principal variedade de uva da denominação, seguida da Trebbiano di Soave.

O vinho rotulado como Soave DOC é, acima de tudo, um vinho elegante, harmônico e flexível. Ideal para ser bebido quando jovem. Quando o termo “Classico” aparece no rótulo, significa que o vinhedo fica localizado na zona mais tradicional da denominação, que é a comuna de Soave e de Monteforte d'Alpone. E o termo “Colli Scaligeri” indica que as uvas são provenientes das áreas fora da zona histórica.

O Soave Spumante DOC é, obviamente, um vinho espumante. Seco e com perlage fina e persistente, tem um sabor moderno e demonstra toda a capacidade da Garganega em ser flexível, sem perder seu caráter e identidade. É submetido ao amadurecimento em borras, ou sur lies, assim como o tradicional Champagne. Se quiser ler mais sobre sur lies, clique aqui.

Soave Superiore DOCG, por sua vez, tem zona de produção limitada a áreas de encosta, e traz um vinho que deve descansar ao menos 3 meses em garrafa, para enfatizar suas características de maturidade e complexidade, com longevidade prevista de até 10 anos, em boas safras.

Por fim, o Recioto di Soave DOCG, o primeiro vinho do Vêneto a obter um reconhecimento como denominação de origem controlada e garantida, é de sobremesa, ou até mesmo de meditação, produzido a partir de uvas secas.

As normas às quais estão submetidos todos esses vinhos são rígidas, também, em termos de produtividade e condução das videiras. Aliás, aconteceram recentes mudanças na legislação dessa denominação, a fim de estabelecer novas regras aos produtores, e proporcionar mais clareza ao consumidor.

E aí, já degustou um Soave? Se ainda não, que tal colocar esse vinho na sua lista de “pendências”?

Se quiser encerrar lendo sobre a Garganega, a uva estrela de Soave, clique aqui.




Quem somos

 

O Tintos&Tantos nasceu em 2013, e em seu pouco tempo de vida, já se tornou uma referência no mercado editorial de vinho, nacional e internacionalmente.

 

Para contar quem somos, primeiro vamos dizer quem nós não somos. Não somos um blog de vinhos. Não somos críticos de vinhos.

 

O Tintos&Tantos é um portal de Internet, que dá acesso a um conteúdo editorial, de produção própria, inteiramente dedicado ao mundo do vinho. 

 

Nossa contribuição é prover informação imparcial, relevante e gratuita.  Sempre em linguagem acessível e agradável de ler.

 

O intuito do Tintos&Tantos é o de fomentar o estudo, o interesse, a crítica, e até mesmo a polêmica a respeito do vinho.

 

Nosso foco não é competir com outros geradores de conteúdo, pelo contrário: ao sermos mais um agente no desenvolvimento desse mercado, e na consolidação dessa cultura, todos nós, apaixonados por vinho, ganhamos: consumidores, editores especializados, blogueiros, youtubers, produtores, importadores, sommeliers, enólogos e enófilos em geral...

 

Na nossa opinião, quanto mais gente do bem estiver falando sobre o mundo do vinho, com respeito e profissionalismo, melhor para todos nós.

 

Assim, é com imensa satisfação que criamos conteúdo diário e interagimos com cada leitor, através dos nossos canais de comunicação e de mídias sociais. 

 

No Facebook (www.facebook.com/tintosetantos), por exemplo, onde tantos amigos nos acompanham, é com orgulho que constatamos ser, o Tintos&Tantos, a maior página do Facebook, no mundo, em sua categoria! Uma comunidade de pessoas curtindo, comentando, se divertindo, aprendendo e ensinando, concordando e discordando... Todos nós, apaixonados pelo maravilhoso universo que cerca o vinho.

 

Não somos donos da verdade. Na verdade, recomendamos fortemente que se duvide de qualquer um que diga conhecer tudo sobre vinhos.

 

Esperamos que você aprecie e que continue nos acompanhando, e sempre que possível, ajudando na divulgação e propagação desse projeto, cujo foco será sempre você, vinhonauta!

 

A você, o nosso muito obrigado!

A você, o nosso brinde!

 

Em caso de dúvida, crítica ou sugestão, entre em contato pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.